BLOG DA TRUPE

jul
21

jun
27
“Hospital” maiúsculo e minúsculo

Às vezes: medo de hospital. Os olhos enxergam fragilidade. Dor. Tristeza. o HOSPITAL cresce. Alto, grande, musculoso. Pesa nos ombros, pernas, mãos, mente e coração. E a palhaça, pequena, fica cheia de dedos. Com medo de interagir, de falar, de ser. Tudo é tão difícil. E sofrido. Tudo no lugar certo. Muito reto. Preciso. Isso […]


jun
18
A descoberta do palhaço

Antes de tudo, preciso dizer: até entrar na Trupe eu nunca havia trabalhado como palhaço. Exatamente. Sequer havia colocado nariz de palhaço e o mantido no meu rosto por mais do que dois minutos. Foi uma surpresa quando, muito, muito tempo atrás (mentira, foi no ano passado), o Hique (conhecido por essas bandas como Doutor […]


jun
04
Como dizer adeus – parte I

Não faz muito tempo, convivi de perto com uma situação que sempre me causou uma angústia enorme: a morte de alguém querido. Felizmente, ninguém da minha família teve problemas mais sérios de saúde, a não ser meu avô paterno, que faleceu quando eu ainda era muito nova para elaborar qualquer perda. Mas recentemente o estado […]


maio
31
Eu ainda tenho brinquedos

Se ficarmos muito tempo sem fazer algo, logo esquecemos como se faz. Mas como podemos esquecer algo que foi e é tão importante como o ato de brincar?   Quando brincamos viajamos para outra dimensão, do irreal, do imaginário, onde podemos ser quem ou que quisermos. Podemos dar para os objetos diferentes funções: o controle […]


maio
21
Fragmentos à paisana

Num ritmo sublinear palavras de uma garota na tentativa de expressar aquilo que só se vê com a alma Deixei entrar na minha vida um lugar enfermo Desnuda, na busca de um segredo… Qual a dose necessária de uma doce canção? Disfarça Segue aquele palhaço com bolsos cheios de medicação Não são as de farmácia […]


maio
16
Manifesto pelo SIM!

O palhaço entre pela janela… da alma… pelo olhar. Pelo canto em cada canto, com seu olhar vivo, sua maneira de agir, óbvia e ao mesmo tempo inusitada. Óbvia, porque faz aquilo que tem vontade, que é natural, que está ligado à natureza. Inusitada, justamente, porque muitas vezes esta forma de agir é diferente do […]


maio
11
O seu olhar melhora o meu

  Um olhar… muitos olhares! Tudo começa com uma troca de olhar, um momento compartilhado. Depois, esse mesmo olhar transforma o ambiente, ressignifica as situações e a vida ganha novos ares, novos olhares. Ao abrir os olhos vemos o mundo em sua totalidade. Mas os olhos do coração são diferentes. Abrindo-os, podemos sentir a vibração […]


maio
07
Um convite gracioso

  Como novato no trabalho da Trupe da Saúde, passei por um processo de aclimatação nos hospitais, que consistiu em observar os palhaços mais experientes em ação durante algumas visitas, antes que eu mesmo passasse a atuar como palhaço. Em meio a este processo, acompanhei os doutores-palhaços Dr. Caramelo e Dr. Ipsis-Literis a uma visita […]


maio
03
Residente à paisana

Um ambiente novo traz várias impressões e, nesse caso, muitas expressões. Mesmo sem estar de palhaça você entra no hospital de uma maneira diferente. Não sabe muito bem como “estar”, então fica no meio de dois estados: de palhaço ou de um funcionário do hospital que não é palhaço! Mas muita coisa acontece dentro de […]

1 6 7 8 9