BLOG DA TRUPE

nov
23
RÁDIO..TERAPIA

*Sobre minhas composições musicais feitas na ala da Radioterapia dentro do hospital Erasto Gaetner. se não conseguir visualizar, clique em https://chirb.it/5cg1Da Cantar é muito bom não é? Eu particularmente adoro, e o mais incrível ainda é como as músicas às vezes vem na nossa cabeça, quase como que psicografadas. Quando eu vejo eu to criando […]


nov
16

nov
09
O HOMEM QUE DESPARAFUSAVA CABEÇAS

Encontramos um homem que ensinava desparafusar cabeças. Ele começa fazendo perguntas, tipo: um mais um é dois, dois mais dois é quatro, quatro mais quatro é oito, oito menos quatro é quatro, quatro menos dois é dois, metade de dois mais dois é? … Um parafuso a menos. Ele testa inteligências, foi tirando cada parafuso […]


nov
02
O FURO

Travei. E travada começo esse texto. Poderia escrever a historia que o seu João me contou. De um menino que abriu o caixão, puxou o padrinho lá de dentro, cortou-o de cabo a rabo e arrancou seu bofe. Tudo para salvar a vida de seu pai. Poderia fazer uma dissertação sobre cagadas. Dessas que escapam […]


out
26

out
19
GRAVIDEZ NA PALHASCÊNCIA

Por desalinhamento planetário, coincidências do intestino, contágio por vias urbanas ou inveja solidária, descobriu-se que, sim, a gravidez da Solara teve um efeito colateral fertilizante em Lourdes. Eu, que carrego um pouco dele e ele carrega muito de mim (coitado!), pude presenciar o brotamento dessa gravidez, acompanhar os trajetos pelo Hospital de Clínicas, testemunhar o […]


out
12
EU, EM BANHO MARIA

♪ Dona Maria que dança é essa que a gente dança só? ♫ Dentre tantas Marias, tem uma que me traz de volta, que me coloca com os pés nos ares, que me flutua! Essa Maria tem olhos bem abertos, mas sua mente voa.. voa… Mas quando se toca uma música, seus olhos abertos se […]


out
05
E O PALHAÇO QUE PODE

Sabe que ta gostoso trabalhar de palhaço. Tá gostoso poder ser palhaço. Brincar comigo e com as pessoas. Confesso que têm dias que vou indo para a produtora sem muita vontade. Me perguntando que trabalho é esse? O que eu to fazendo aqui? Não sei se quero mais. Mas quando coloco o nariz algo bem […]


set
28
DAS APROXIMAÇÕES

Penso no garoto que chorava, na hemodiálise. Quando viu a injeção então… Vish! E a outra que mandava nes paiaces. “Para de fazer tal coisa! Para de fazer outra coisa! Faça isso! Faça aquilo!” Máscaras. As vontades. Quando a relação caminha para o lado oposto do bem? Ausência. Presença. Contornar a situação. Silêncio. A violinha […]


set
21
A PREGUIÇA QUE NOS MOVE

Na ala da Cardiologia do Hospital Pequeno Príncipe, uma mãe me pede “Palhaço Pelúcia, você pode cuidar da minha cadeira enquanto eu estiver fora, por favor? ”. Talvez ela não tenha dito isso, mas ela saiu um pouco da enfermaria para resolver alguma coisa e deixou sua cadeira vazia. Eu logo sentei. “Ai que preguiça! […]

1 2 3 9